Year:
2013
Pages:
100
Inside this book
Samples
  • Ela
    Ela anda na tua direcção e não sorri, mas é feliz por toda a parte. Sente que não anda, que nem se mexe, o chão é que anda, observa a sua paisagem e perde-se nos seus caminhos. O mundo é o turista. Ela tem monumentos, coisas explicáveis e encanto só de olhar. Tem certezas e olha para ti e sabe que é a tua vez, que passas a ser dela, fazes tudo sem esforço. Sabe que te conquistou. Não acredita que desta vez não é a última vez. Mas sabe. Mais certa que a certeza. Certa como a morte mas agradável como quem nasce. Não espera mais, mas não importa. Agora esperava. Agora ficava à espera. Agora não se cansaria de esperar. Não teria fim. Quando ainda é fraca, chora por pensar que é tarde. Ele fala-lhe baixinho. Uma voz pequena gigante. - Pertences-me, não pares de me esperar. E ela não tem fim. Como sonhou que não iria ter. Espera.
    exemplo.jpg (33.0 KB)
  • Encontrei os teus Dentes
    Encontrei os teus dentes, debaixo da almofada como se fosses criança. Como se esperasses a recompensa trazida pelo mito, e não soubesses a verdade. Enganaram-te quando eras pequena. Quando tinhas idade para sonhar e tornar realidade. Fizeram-te acreditar no mundo em que tudo acontece e há razão. Os dentes caem e são presente. Crescer não dói e há recompensa. Vives o tempo e não o passado, e encontras no fim da noite - o sol reflecte nos lençóis - a compensação das memórias lembradas. Mas depois cresces e encontras os teus dentes.
    exemplo.jpg (33.0 KB)